Cuidados com Piercing: Guia completo sobre o assunto

Quer colocar um piercing, mas ainda sente medo do procedimento? Saiba aqui neste artigo quais os principais com piercings deve ter para tornar o procedimento mais seguro e menos doloroso. 

Leia abaixo nosso guia sobre o assunto.

cuidados com piercingcuidados com piercing na orelha

Principais cuidados com piercings

Piercings são perfurações na pele para a inserção de jóias, preferencialmente de titânio, aço, ouro ou prata. Por se tratarem de ferimentos na pele, é muito importante seguir rotinas de cuidado básico para garantir uma boa cicatrização e evitar problemas.

Essa perfuração pode ser feita com dois instrumentos: o cateter (uma agulha com canículo plástico ao redor) ou a agulha americana, feita de metal cirúrgico. 

Para quem está pensando em colocar um piercing pela primeira vez, a rotina de limpeza básica nas primeiras semanas segue, normalmente, desta forma:

  1. Na primeira semana, há a presença de um processo inflamatório leve, com dor moderada, inchaço, vermelhidão e, em casos raros, leves sangramentos. O ideal é acalmar a região com compressas geladas de soro fisiológico;

  2. Na segunda semana, há a redução do processo inflamatório. O ideal é acelerar o processo de cicatrização com limpezas duas vezes ao dia com cotonetes e soro fisiológico, além de uma compressa morna sobre a região após o banho.

  3. A partir da terceira semana, é possível deixar apenas as limpezas regulares ao longo do dia (por pelo menos dois meses). Caso problemas surjam em qualquer etapa o ideal é voltar a quem aplicou o piercing e solicitar auxílio (e direcionamento médico caso necessário).

Vale reforçar as recomendações para evitar mergulhos em mares, piscinas e rios, além de reduzir a exposição direta ao sol no período mais complicado da cicatrização (os dois primeiros meses). 

Por isso, se está pensando em modificar o visual durante o verão, o ideal é esperar a estação passar para não ter problemas com os piercings novos.

Apesar de parecerem extremamente doloridos, os procedimentos hoje em dia são muito facilitados por alguns itens, como as pomadas anestésicas TKTX, que penetram na pele e reduzem a sensibilidade no local. 

Fiquei abaixo com mais dicas sobre cuidados com piercings para algumas das principais regiões de aplicação.

Cuidados com piercing na orelha

Além das recomendações básicas de higienização com soro fisiológico, o ideal é prestar atenção ao cabelo agarrando nas jóias, já que movimentos bruscos podem reabrir o local do furo e atrasar a cicatrização. O cuidado com movimentos também é importante ao se vestir.

Algumas pessoas também notam leve desconforto ao dormir nas primeiras semanas. Caso tenha o mesmo problema, opte por dormir de barriga para cima até que o desconforto da cicatrização passe.

Outra dica de higiene muito importante é substituir regularmente as fronhas de travesseiros, a roupa de cama e os lençóis. Isso reduz o acúmulo de bactérias durante o sono (e diminui as chances de infecções).

Tempo de cicatrização médio do piercing na orelha: de dois a três meses.

cuidados com piercing no septocuidados com piercing no nariz

Cuidados com piercing no nariz

O piercing no nariz, junto com a orelha, é aquele que apresenta maior diferença nas posições disponíveis para aplicação. As recomendações e cuidados básicos de higiene com soro fisiológico se repetem aqui também, sem grandes alterações na rotina.

Um detalhe importante é se atentar aos toques inconscientes ao rosto, já que mãos não higienizadas podem levar bactérias para a região do piercing. Também é importante não aplicar maquiagem sobre o local durante as primeiras semanas de cicatrização.

Os principais tipos de piercing no nariz são:

  1. Septo

  2. Rhino

  3. Austin bar

  4. Narina

  5. Nasallang

  6. Alta narina

  7. Ponte)

  8. Terceiro olho

Curiosidade: de acordo com a medicina Ayurvédica, o piercing na narina esquerda ajuda a diminuir a dor do parto. Por isso, muitas mulheres optam por essa aplicação.

Tempo de cicatrização médio do piercing no nariz: varia de acordo com a região (normalmente, também de 8 a 10 semanas).

Cuidados com piercing no septo

Uma grande tendência atual é o piercing no septo, substituindo o tradicional piercing na narina. Embora os cuidados de higiene sejam bem similares às outras regiões, um detalhe importante é evitar girar a argola de um lado para o outro durante a cicatrização. 

Essa dica é muito importante porque o processo de recuperação da área furada forma uma pequena “casquinha”, que deve ser mantida ao longo de todo o período. O piercing no septo só deve ser girado durante as higienizações diárias com solução salina (soro fisiológico).

Tempo de cicatrização médio do piercing no septo: Varia entre 8 e 10 semanas.

Cuidados com piercing no umbigo

Uma das principais modas nos anos 90 e 2000 foi o piercing no umbigo. A higienização deve ser feita em média 3 vezes ao dia para garantir que a cicatrização ocorra sem infecções. 

Além disso, como o umbigo muitas vezes é esquecido na hora da limpeza corporal, deve-se realizar uma boa limpeza com sabonete neutro antes da inserção do piercing na pele. 

Outras dicas envolvem o uso de roupas largas nas primeiras semanas para não haver contato entre tecido e piercing, e evitar dormir de barriga para baixo pressionando a região.

Tempo de cicatrização médio do piercing no umbigo: 3 meses em média (depende do organismo e dos hábitos de saúde).

cuidados com piercing no umbigocuidados com piercing na língua

Cuidados com piercing na língua

De todos os piercings, este é o que possui as maiores diferenças na higienização.

Os principais cuidados com piercing na língua são:

  • Escovar os dentes ao menos 3 vezes ao dia, utilizar o fio dental e antisséptico bucal sem álcool;

  • Remover o piercing durante a higienização da boca, para eliminar a capa biológica sobre o material (essa se forma também sobre os dentes e é a causa de mau hálito);

  • Evitar beijar, ingerir bebidas alcoólicas, fumar e fluidos biológicos;

  • Não aplicar o piercing enquanto tiver aparelho, já que pacientes apresentaram lesões na língua ao agarrar uma coisa na outra;

  • Ingerir alimentos pastosos nos primeiros dias para evitar a mastigação;

  • Beber ao menos 2 litros de água gelada para diminuir o inchaço;

  • Falar pouco para não aumentar o inchaço.

Piercings na língua e na boca ainda apresentam outros riscos de saúde.

Estudos mostram que traumas na boca por conta de piercings e alargadores podem contribuir para o surgimento de neoplasias. 

Caso a presença das jóias esteja ligada ao consumo de cigarro e álcool, além de higiene bucal pobre, o risco do surgimento desses tumores aumenta ainda mais.

O piercing na boca foi identificado pelo Instituro Nacional de Saúde como possível forma de transmissão de hepatite B, C, D e G. Essa é uma das razões para que quem possui piercing na língua não possa doar sangue. 

Por esses motivos, é muito importante encontrar um profissional confiável e que saiba a melhor maneira de realizar o procedimento.

Tempo de cicatrização médio do piercing na língua: uma semana ou menos para redução do desconforto (1 mês para cicatrização completa).

Gostou dessas dicas? Quer saber como reduzir o desconforto da aplicação de piercings e tatuagens? Acesse o nosso blog para mais dicas como essas :)

Pague com
  • Pagar.me V2
Selos

Maria Cotinha Vita - CPF: 287.330.118-00 © Todos os direitos reservados. 2020